Sindicatos vão pedir impeachment do governador do Rio, Francisco Dornelles

Sindicatos vão pedir impeachment do governador do Rio, Francisco Dornelles

Movimento unificado do funcionalismo vai entregar pedido a Picciani na quinta (23)

Em assembleia na sede do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (20), representantes de 32 categorias do funcionalismo estadual decidiram que vão pedir o impeachment do governador em exercício, Francisco Dornelles, na próxima quinta-feira (23). O pedido vai ser entregue ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), Jorge Picciani (PMDB), após manifestação na capital.

“No próximo dia 23, às 14h, vamos fazer um grande ato em frente ao Tribunal de Justiça. Vamos pedir que a Justiça faça justiça. Esse é o nosso lema. Depois, vamos caminhar até a Alerj e vamos entregar o pedido de impeachment do governador do estado”, comentou Jorge Darze, presidente do SinMed.

Sindicalistas se reuniram nesta segunda (20)
Sindicalistas se reuniram nesta segunda (20)

O Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Estado (Muspe) também pretende divulgar uma carta aberta à população para explicar a real situação dos trabalhadores, que envolvem a falta de pagamento de salários e condições precárias de trabalho.

“O que está em estado de calamidade é o servidor público, que não recebe o seu salário. Em calamidade está a saúde pública, que está falida”, afirmou Darze.

Na última sexta-feira (17), o governo estadual decretou calamidade pública. O decreto destaca que a crise financeira estadual impede que a administração honre com os compromissos para a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. O Rio poderá receber cerca de R$ 3 bilhões do governo federal, mas Dornelles já afirmou que a prioridade não é o pagamento dos servidores.

De acordo com Darze, o decreto influenciou o ânimo do funcionalismo, que está mais mobilizado: “O decreto facilitou a mobilização”

Fonte: JORNAL DO BRASIL