Alerj aprova proposta que dificulta a demissão de servidores pelo governo

A Assembleia do Rio aprovou, na tarde desta terça-feira (26), o projeto que modifica que a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016 e aponta um déficit de R$ 17 bilhões este ano.

Os parlamentares incluíram no texto uma emenda para tentar impedir a demissão de servidores. O aditivo determina que o governo do estado não poderá dispensar qualquer estatutário ou funcionário em estágio probatório sem antes enviar um projeto de lei específico à Alerj.

“Qualquer projeto que vá demitir um funcionário terá que passar por essa casa, para que possamos apreciá-lo e rejeitá-lo”, afirmou Luiz Paulo (PSDB)

 

Posted in Imprensa & Mídias, Institucional, Legislação, Pleitos.