EXEC-RIO no MUSPE em Ação

IMG-20160428-WA0083 IMG-20160428-WA0080 IMG-20160428-WA0078 IMG-20160428-WA0077

 

 

 

 

 

20160428_182512-1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O MUSPE (Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais) se reuniu com o Governador Francisco Dornelles na tarde de hoje, 28/04/16, para apresentar a comissão de sete servidores, como representação do MUSPE, para dar início aos trabalhos que visam apontar soluções para o pagamento dos servidores, aposentados e pensionistas e ainda, o estabelecimento do equilíbrio financeiro do Estado.

Em referência ao corte de ponto e retaliação aos grevistas, o governador reafirmou o compromisso de  não descontar o salário do servidor que está em greve. Vai enviar comunicado oficial  aos secretários de governo.  O governador afirmou, ainda, que vai pagar os salários de abril até o dia 10 de maio para os servidores ativos, aposentados e pensionistas.

Os representantes dos seguintes Sindicatos farão parte da comissão: Sindicato dos Servidores do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (SIND-DEGASE), Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do RJ (SINDJustiça-RJ), Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (SINMED-RJ), Sindicato dos trabalhadores da Saúde, Trabalho e Previdência Social do Estado do Rio de Janeiro (SINDSPREV-RJ), Sindicato dos Profissionais de Educação da FAETEC (SINDPEFAETEC), Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ (SEPE) e Associação dos Gestores Públicos do Estado do Rio de Janeiro (GESTRIO).

O MUSPE segue em negociação com o governo, tendo como objetivo o cumprimento dos seis itens da pauta unificada, a saber:

  1. Contra qualquer retaliação aos servidores e contra o corte de ponto;
  2. Contra o pacote de medidas que penalizam os servidores, conforme o PL18/2016 (aumento da contribuição previdenciária de 11% para 14%, congelamento do salário por 2 anos, incluindo triênios e progressões);
  3. Retorno do calendário de pagamento até o 2º dia útil;
  4. Contra o parcelamento de salários e do 13º;
  5. Reposição das perdas salariais de 2015, conforme a Constituição Federal;
  6. Pelo fim das OSs e terceirizações no Funcionalismo Público do Estado.

Ao fim da reunião, o governo agendou o início dos trabalhos para o dia 04/05/16, às 10h, na Secretaria Estadual de Fazenda, onde a comissão dos sete integrantes do MUSPE se   reunirão  com a equipe econômica do governo.

       Após a reunião, o nosso Diretor Anderson Costa conversou por um bom tempo com a Cláudia Uchôa (Secretária de Planejamento),e explicou mais uma vez a dificuldade que a SEEDUC tem em gerir nossa carreira. Ela disse que já sabia dessa dificuldade, pois na primeira reunião o Jesuíno (Diretor Geral da Exec-Rio) já havia lhe passado as demandas de nossa carreira. Disse ainda que o ofício entregue na SEPLAG solicitando a reunião com ela, está em sua mesa. Afirmou que marcará com a Direção da Exec-Rio após o dia 12 de maio, pois está com  diversas reuniões na ALERJ para atender as demandas de todo o funcionalismo. A Secretária já sabe que a COPOF não se manifestará a favor ou contra qualquer pagamento de servidor. Cada Secretaria ficará responsável por sua folha de pagamento. Por fim, a Secretária se comprometeu em ajudar no que for possível, as necessidades de nossa categoria.

       Foi a bordado também o Caio Castro (Chefe de Gabinete do Secretário de Educação), dissemos que nossa categoria está endurecida quanto à ideia de parcelamento das verbas. Ele mais uma vez culpou a crise financeira do Estado, mas comprometeu-se a falar com a Subsecretária Cláudia Raybolt para que a proposta seja um pouco melhor. Sabem que faremos nossa Assembleia no sábado dia 30/04, às 10 horas, e estão aguardando a proposta de nossa classe.

No mais, reafirmamos o compromisso da Exec-Rio com toda a categoria.

Posted in Sem categoria.